Chelsea e Liverpool empatam pela Liga dos Campeões

Zagueiro Riise, do Liverpool, marca gol contra no último minuto da partida, que termina em 1 a 1

Efe,

22 de abril de 2008 | 17h43

O Chelsea arrancou um empate por 1 a 1 com o Liverpool, em Anfield Road, na primeira partida das semifinais da Liga dos Campeões e ficou mais perto de se classificar para a decisão, em Moscou, marcada para 21 de maio. Para isso, o Chelsea precisa de um empate sem gols no segundo jogo, em 30 de abril, no Stamford Bridge. Esta é a terceira vez, nos últimos quatro anos, que as duas equipes se enfrentam nas semifinais. O Liverpool avançou nas duas oportunidades. Veja também: Barcelona desafia favoritismo do Manchester United O primeiro tempo foi fraco, com as duas equipes mais preocupadas com a marcação. O Liverpool, que se arriscou mais e criou as poucas chances de gol, abriu o placar aos 42 minutos. Mascherano chutou, a bola saiu muito torta e caiu nos pés de Kuyt, que finalizou forte e marcou. As duas equipes continuaram retraídas no início do segundo tempo. Com muita marcação, as duas equipes concentravam o jogo no meio-de-campo. A partir dos 25 minutos, o Chelsea se lançou ao ataque, mas finalizava muito pouco. Mas a melhor chance de gol foi do Liverpool. Aos 39 minutos, Gerrard chutou por cobertura, mas Cech fez grande defesa. Aos 48, após cruzamento na área do Liverpool, Riise deu um peixinho e marcou contra, empatando a partida para o Chelsea.  TÉCNICO DO CHELSEA COMEMORA EMPATEO israelense Avram Grant, técnico do Chelsea, se mostrou bastante satisfeito com o empate em 1 a 1 obtido por sua equipe diante do Liverpool em Anfield Road, pela ida da semifinal da Liga dos Campeões. Liverpool1Reina, Arbeloa, Carragher, Skrtel, Aurelio (Riise), Kuyt, Alonso, Mascherano, Babel (Benayoun), Gerrard e TorresTécnico: Rafael BenítezChelsea1Cech; Ferreira, Carvalho, Terry, Ashley Cole, Lampard, Makelele    , Ballack (Anelka), Joe Cole (Kalou), Drogba e MaloudaTécnico: Avraham GrantGols: Dirk Kuyt, aos 42 minutos do primeiro tempo; John Arne Riise (contra), aos 48 minutos do segundo tempo Árbitro: Konrad Plautz (Áustria)Estádio: Anfield Road, em Liverpool "Sei que ainda resta outra partida, mas foi um grande resultado para nós. Queremos a vaga na final e hoje demos um grande passo que podemos utilizar para consegui-la", comentou Grant, explicando que o gol do Liverpool saiu de um erro da equipe. "Controlamos a partida e depois cometemos um erro. Não tivemos muitas chances, foi uma típica semifinal", comentou o técnico do Chelsea. O treinador não se mostrou muito surpreso com a bela atuação do goleiro checo Petr Cech, que salvou a equipe com excelentes defesas: "Estamos acostumados".

Tudo o que sabemos sobre:
Liga dos CampeõesLiverpoolChelsea

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.