Chelsea e Liverpool revivem duelo na Liga dos Campeões

Campeão em 2008, Manchester United encara o Porto; o Barcelona enfrenta o Bayern de Munique

AE, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 08h34

Denis Balibouse/Reuters

NYON - Liverpool e Chelsea vão se enfrentar pela quarta vez em cinco temporadas num mata-mata da Liga dos Campeões. Os dois ingleses vão fazer um dos duelos das quartas-de-final, que tiveram o sorteio realizado nesta sexta-feira na sede da Uefa, em Nyon, na Suíça.

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A novidade desta temporada é que o confronto foi "antecipado" desta vez, já que, nas últimas quatro edições, em três delas as duas equipes se enfrentaram nas semifinais. O Liverpool levou a melhor em 2005, quando foi campeão, e 2007, quando perdeu a final para o Milan, enquanto o Chelsea venceu no ano passado, mas acabou derrotado pelo Manchester United na final, em Moscou, na decisão por pênaltis.

Como em 2008, o Liverpool terá o mando do primeiro jogo, o que é uma coincidência: nas três disputas, o time que fez a partida de volta em casa levou a melhor. Na temporada 2005/2006, não houve duelo de mata-mata entre as duas equipes, mas ambas caíram no mesmo grupo na primeira fase, sendo eliminadas nas oitavas-de-final. Quem vencer o confronto entre ingleses pegará, na semifinal, o ganhador do duelo entre Barcelona e Bayern de Munique, que fazem a primeira partida na Espanha.

Do outro lado da chave, os confrontos serão entre Villarreal e Arsenal, também com jogo de ida na Espanha, e Manchester United e Porto, começando na Inglaterra. Nos dois casos há histórico recente de duelos importantes: em 2006, o Arsenal superou o Villarreal nas semifinais, mas acabou derrotado pelo Barcelona na decisão; e, em 2004, o Porto bateu o Manchester nas oitavas-de-final e abriu caminho para a conquista do título.

As quartas-de-final serão disputadas nos dias 7,8, 14 e 15 de abril, e as semifinais, em 28 e 29 de abril e 5 e 6 de maio. A final será no dia 27 de maio, no Estádio Olímpico de Roma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.