Facundo Arrizabalaga/EFE/EPA
Facundo Arrizabalaga/EFE/EPA

Lukaku 'apara arestas' em reunião com técnico do Chelsea e reconhece erro em entrevista

Atacante havia demonstrado incômodo com escolhas do treinador alemão e não foi relacionado para a partida contra o Liverpool

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2022 | 23h21

O atacante Romelu Lukaku, do Chelsea, se reuniu com o técnico Thomas Tuchel nesta segunda-feira para discutir sua entrevista à Sky Sports Itália em que revelou estar insatisfeito no clube inglês e reconheceu que as declarações foram um erro.

A entrevista, em que também contou que sonhava em voltar à Inter de Milão no futuro, havia sido realizada há algumas semanas, mas só foi divulgada na quinta-feira. Os comentários de Lukaku fizeram com que ele não fosse relacionado para o empate entre Chelsea e Liverpool por 2 a 2, em Stamford Bridge, pelo Campeonato Inglês, no domingo.

A conversa entre as partes serviu para firmar um comprometimento entre os dois para que Lukaku consiga seguir em frente e ajudar o Chelsea a brigar pelo título inglês. Uma possível transferência do belga nunca foi discutida pelo clube nem para a atual janela de transferências, nem para a seguinte, ao fim da temporada europeia.

Após um grande início individual e coletivo, tanto Lukaku como o Chelsea oscilaram de rendimento nos últimos meses. A equipe londrina é vice-líder do Inglês, com 43 pontos, dez a menos que o líder Manchester City e um a mais que o Liverpool, que tem um jogo a menos.

O time de Thomas Tuchel volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o rival Tottenham pelo jogo de ida da semifinal da Copa da Liga Inglesa, dentro de casa, às 16h45. Em seguida, joga contra o Chesterfield pela terceira rodada da Copa da Inglaterra, no sábado, às 14h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.