Tim Ireland/AP Photo
Tim Ireland/AP Photo

Chelsea vence o Southampton e se consolida na 3ª posição do Campeonato Inglês

Favorito para o duelo, time foi melhor desde o início e desperdiçou boas oportunidades no primeiro tempo

Estadão Conteúdo

16 de dezembro de 2017 | 15h34

O Chelsea não chegou a ser brilhante neste sábado, mas aproveitou o apoio de sua torcida para superar o Southampton por 1 a 0, em Londres, pela 18ª rodada do Campeonato Inglês. O gol foi marcado pelo lateral espanhol Marcos Alonso.

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Inglês

+ Crystal Palace encerra sequência positiva do Leicester e se afasta da degola

Com o bom resultado, o Chelsea se manteve consolidado na terceira colocação. Está com 38 pontos, os mesmos do Manchester United, vice-líder nos critérios de desempate e que encara o West Bromwich neste domingo. Já o Southampton está em 12º, com 18 pontos.

Favorito para o duelo, o Chelsea foi melhor desde o início e desperdiçou boas oportunidades no primeiro tempo. Uma delas foi com o brasileiro Willian aos 14 minutos, em chute cruzado, próximo à trave. Cahill e Kanté também finalizaram com perigo, mas o goleiro Forster salvou.

E a pressão, enfim, surtiu efeito aos 47 minutos: Marcos Alonso cobrou falta com precisão e fez o gol da vitória do Chelsea, que soube controlar o placar no segundo tempo para assegurar a terceira colocação.

Quem também venceu em casa neste sábado foi o Arsenal. Com um gol de Özil, a equipe londrina superou o Newcastle por 1 a 0 e chegou aos 33 pontos, subindo para a quarta colocação. O meio-campista alemão marcou aos 23 minutos do primeiro tempo, aproveitando rebote após finalização do chileno Alexis Sánchez.

Ainda neste sábado, o Brighton & Hove Albion ficou no 0 a 0 com o Burnley, enquanto o Huddersfield Town massacrou o Watford por 4 a 1, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.