Valeria Gonçalvez/AE
Valeria Gonçalvez/AE

Chicão admite que está difícil fazer gols de falta

Zagueiro diz que os adversários estão mais espertos e comemora intervalo dos jogos para o Corinthians

Alex Sabino, Jornal da Tarde

12 de setembro de 2009 | 12h42

O zagueiro Chicão reconhece que está mais difícil fazer gols de falta pelo Corinthians neste ano. O último que marcou foi contra o São Paulo, neste Campeonato Brasileiro, no dia 21 de junho - ou seja, há mais de dois meses e meio. O motivo disso é justamente não ter com quem repartir a função.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Já estou tendo mais dificuldades para fazer gols de falta porque os goleiros estão mais prevenidos, as barreiras estão mais altas e o Corinthians tinha André Santos e Cristian e todos ficavam na dúvida. Foi assim no Paulistão. Agora todo mundo sabe que eu vou bater", conta.

O período de duas semanas sem jogos - já no fim, pois o time volta a jogar na quarta-feira contra o Coritiba - serviu para treinar esse e outros fundamentos.

Ele conta ainda os benefícios que trouxeram ao time os dias sem partidas. "Embora esse período sem jogos o time perde ritmo, é bom porque Mano [Menezes, técnico] ensaiou muita tática ensaiou muita jogada e vai ser importante até porque teremos reforços. Precisamos lembrar que depois vamos ter confronto contra times melhores na tabela."

Neste sábado, o time corintiano fez apenas um treino leve com bola, um de finalização e um dois toques na concentração em Itu. Agora, o time folga neste domingo e volta a treinar na segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.