Chicharito diz que tirou 'peso das costas' com gol

Chicharito Hernández comemorou o fim de seu jejum de gols iniciado em 5 de abril, quando ele fez um na goleada por 4 a 0 do Manchester United sobre o Newcastle. O atacante marcou o terceiro do México na vitória por 3 a 1 sobre a Croácia, na última segunda-feira, em resultado que classificou seu país para as oitavas de final da Copa do Mundo.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2014 | 10h51

"Senti que um peso saiu das minhas costas", afirmou Chicharito ao site oficial da Fifa após o jogo disputado no Recife. "Esse ano inteiro foi muito duro. Jogadores precisam de confiança mais do que qualquer coisa e a minha estava baixa. Bem poucas pessoas depositaram fé em mim recentemente", desabafou o mexicano, que disputa seu segundo Mundial e ao todo soma três gols na competição.

Suplente utilizado pelo técnico Miguel Herrera nas três partidas do Grupo A, o atacante agora se concentra na próxima fase da Copa. "Precisamos ficar calmos, muito humildes e não nos deixar levar pela empolgação. Esse é só mais um passo à frente, um muito importante, mas só outro passo. Se quisermos fazer história, nós temos de bater a Holanda e continuar andando pelo caminho que nós projetamos", disse Chicharito, que vai travar um duelo com outro atacante do Manchester United, Robin Van Persie.

"Ele é um ótimo centroavante. Ele tem grande técnica, o que faz dele um dos melhores do mundo, ao mesmo tempo que ele é um dos atacantes mais rápidos que existem. Eu aprendi muito com ele, é alguém que me ensina muito", elogiou o mexicano, que no banco de reservas adversário verá o técnico Louis Van Gaal, o treinador do Manchester United na próxima temporada do futebol europeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.