Gary A. Vázquez / USA Today Sports
Gary A. Vázquez / USA Today Sports

Chicharito diz ter tido pior ano da carreira em 2020: 'Cheguei ao fundo do poço'

Atacante do Los Angeles Galaxy teve desempenho ruim em campo e problemas muito ruins fora dele

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2021 | 16h26

O atacante mexicano Javier Hernández, conhecido como Chicharito, contou ter tido o pior ano da carreira como jogador de futebol em 2020, chegando a dizer que 'foi ao fundo do poço'. O jogador do Los Angeles Galaxy, da MLS, teve diversos problemas de ordem pessoal fora dos gramados.

"Atingi o fundo do poço. Passei por coisas que normalmente se vive em cinco ou 10 anos. Percebem o que quero dizer? Não é uma desculpa. É a realidade. Não consegui lidar com as coisas. Quando terminou a temporada analisei e sei que posso fazer muito, muito mais. Tanto em termos emocionais como espirituais. Quando fui atingido pela covid, acabei exposto a coisas que não sabia lidar", contou Chicharito ao jornal LA Times.

Em 2020, Chicharito perdeu o avô de 88 anos por conta da covid-19 e, graças às restrições criadas para impedir o espalhamento do vírus, não pode estar presente no enterro do parente. Além disso, a mulher do atacante levou os dois filhos do casal para uma casa que ela possui na Austrália.

Dentro de campo, Chicharito marcou apenas dois gols em 12 jogos pela franquia de Los Angeles. O Galaxy acabou em 10º entre 12 times na Conferência Oeste e não se classificou para os playoffs do torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.