Chievo é o favorito contra o Torino

O Chievo Verona é a sensação de início da temporada na Itália e lidera com 16 pontos em 7 jogos. Por isso, o atrevido "caçula" entra como favorito, neste domingo, no duelo que faz em casa com o Torino, no complemento da oitava rodada do primeiro turno. A equipe do brasileiro Eriberto, ex-Palmeiras, tem retrospecto surpreendente, com 5 vitórias, 1 empate e uma derrota. Em contrapartida, o clube de Turim, que voltou este ano para a Série A, é apenas o 15.º colocado, com 6 pontos, e está na zona de rebaixamento, junto com Fiorentina, Atalanta e Venezia.Outro jogo importante do domingo está marcado para o Estádio Giuseppe Meazza, onde o Milan hospeda o Bologna. O time milanês tem 14 pontos e sonha com a liderança. Os bolonheses estão com 13 e também começaram a competição com força total. Um dos destaques do Milan é Serginho, que se tornou titular e um dos pontos de equilíbrio no esquema do técnico turco Fatih Terim. O Parma joga em casa, mas corre perigo diante do Verona. A equipe do lateral Júnior não se acerta, está com 7 pontos e já sofre pressão da torcida. Os veroneses têm 11 e tentam não perder de vista o Chievo, rival local, mas que no momento está em alta.Constrangedora mesmo é a situação da Fiorentina, que vai a Údine. Um dos times mais tradicionais da Itália atualmente amarga vexames dentro e fora de campo. As contas apresentam déficits perturbadores, a ponto de levarem ameaça de falência. Os principais jogadores deixaram o time, o rendimento caiu e os 6 pontos o deixam na antepenúltima colocação.Na Itália, caem os quatro piores na classificação. A Udinese tem 9 pontos. A Atalanta serve um pouco de consolo para a Fiorentina. A equipe de Bérgamo está em penúltimo lugar, com 4 pontos, e enfrenta o Lecce, empolgado com os 9 que obteve até agora. O lanterna Venezia, com 2 pontos, vai a Brescia em busca da primeira vitória. Por enquanto, é o único concorrente do grupo de elite do calcio que não venceu - foram dois empates contra 5 derrotas. O Brescia tem 10. O Perugia tem 6 pontos, está na área dos ameçados e procura sair do sufoco ao receber o Piacenza (8).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.