Chilavert é condenado à prisão

A Corte Suprema da província de Buenos Aires, na Argentina, confirmou nesta quinta-feira a condenação de três meses de prisão e a proibição de jogar no país por um ano e um mês ao goleiro paraguaio José Luis Chilavert. O motivo foi uma agressão do goleiro em Fernando Castro, empregado do clube Gimnasia e Esgrima La Plata, em 1994. Chilavert pode entrar com um recurso, pedindo a anulação da decisão. A condenação, no entanto, não o impede de continuar defendendo o Estrasburgo, sua atual equipe, na França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.