Chile confirma a permanência do técnico Jorge Sampaoli

Treinador, que comandou a seleção na Copa, ficará por mais um ciclo de quatro anos, até o Mundial da Rússia, em 2018

O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2014 | 19h18

Os chilenos tiveram uma boa notícia nesta terça-feira. O técnico Jorge Sampaoli decidiu permanecer no comando da seleção nacional. Sob seu comando, o Chile se insinua como uma das mais fortes equipes da América do Sul, e dará muito trabalho nas Eliminatórias para a Copa da Russia aos concorrentes da América. O treinador deverá ficar até o Mundial de 2018, portanto, para mais um ciclo de quatro anos.   

Em princípio, o acerto do treinador era somente até a Copa América de 2015. Depois, ele decidiu ficar até o Centenário da competição, em 2016, que será disputado nos Estados Unidos. Agora, Sampaoli confirma que vai comandar o time nas Eliminatórias da Copa, e disputá-la em caso de classificação. O Brasil, que não jogou o torneio classificatório para a Copa deste ano por ser o país-sede, agora terá de conseguir sua vaga entre os rivais que cresceram no futebol do Continente. O Chile é uma dessas seleções.

No Mundial, o Brasil sofreu para passar pelo rival, e só conseguiu nas cobranças de pênaltis, quando brilhou a estrela do goleiro Julio Cesar, ao defender duas cobranças. O clima contra o Brasil na partida das oitavas era bastante tenso também e deverá continuar dessa maneira nos próximos encontros. Houve muita confusão naquele jogo, com agarrões e provocações.

Sua permanência no cargo foi confirmado por um comunicado no site da Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile.

 

    

   

    

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção chilenacopa do mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.