Chile e Argentina não saem do 0 a 0

O Chile surpreendeu a Argentina, diante dos 60 mil torcedores que foram nesta quarta-feira ao estádio Nacional de Santiago. Jogando bem na defesa e no ataque, os chilenos conseguiram segurar um empate por 0 a 0 com os argentinos, pela 10ª rodada das Eliminatórias da Copa.Com o resultado, o Chile se reabilitou da derrota para o Equador, no domingo, e foi a 13 pontos. E a Argentina passou a ter 19, mas segue na vice-liderança, atrás apenas do Brasil.O técnico José Pekerman surpreendeu na escalação da Argentina. Mesmo podendo contar com Mascherano, Tévez e D?Alessandro ? que cumpriram suspensão na goleada de sábado sobre o Uruguai por 4 a 2 em Buenos Aires ?, ele optou por não mexer no time e deixou os três no banco.Mas o Chile foi mais perigoso. A equipe teve duas boas chances em bolas aéreas e uma em cobrança de falta de Salas que Abbondanzieri espalmou. Mas a melhor oportunidade de todas no primeiro tempo foi desperdiçada por Valdívia, que entrou livre pelo lado direito e chutou para fora.O único lance de maior perigo dos argentinos foi um contra-ataque pela esquerda. Sorín foi lançado, cruzou na pequena área e o zagueiro chileno Rojas cabeceou para trás. A bola passou rente à trave.Depois do intervalo, o Chile mostrou cansaço. A Argentina, apesar das entradas de Tévez e D?Alessandro, não melhorou. O jogo se tornou mais equilibrado, feio e violento. Tanto que o árbitro paraguaio Carlos Amarilla deu oito cartões amarelos.Apenas nos últimos minutos a Argentina mostrou algum poder ofensivo. Foram dois escanteios seguidos e uma falta na entrada da área, mas a zaga chilena segurou o empate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.