Álvaro Inostroza| EFE
Álvaro Inostroza| EFE

Chile é convocado para duelo com o Brasil nas Eliminatórias sem Marcelo Díaz

Técnico Juan Antonio Pizzi optou por deixar um dos líderes do elenco de fora

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2017 | 14h51

Pressionado na busca por uma das vagas da América do Sul para a Copa do Mundo da Rússia, no ano que vem, o Chile foi convocado nesta quinta-feira pelo técnico Juan Antonio Pizzi. Ele chamou 19 jogadores que atuam fora do país para os duelos com Equador e Brasil e deverá completar a lista com nomes do futebol nacional nos próximos dias.

+ Confira os detaques esportivos na TV

A principal surpresa da convocação ficou pela ausência do volante Marcelo Díaz. O jogador de 30 anos era um dos líderes do elenco há alguns anos, ajudou nas conquistas da Copa América de 2015 e 2016 e chegou a ficar muito próximo de reforçar o Flamengo em duas oportunidades.

Só que as críticas da imprensa e da torcida chilena às suas exibições recentes foram fundamentais para o afastamento da seleção. A gota d'água foi a atuação do jogador na derrota por 1 a 0 para a Bolívia, no último dia 5. Marcelo Díaz foi o responsável pelo pênalti que decretou a vitória boliviana com um toque de mão infantil.

Se Díaz está fora, o Chile contará com seus principais nomes para as últimas rodadas, como o atacante Alexis Sánchez, do Arsenal, e o meia Arturo Vidal, do Bayern de Munique. No caso de Vidal, estas podem ser suas últimas partidas defendendo as cores do país, já que ele anunciou que se aposentaria da seleção após a Copa do Mundo ou depois das Eliminatórias, caso a equipe não se classificasse.

A situação chilena, aliás, é complicada. O país vem de duas derrotas e ocupa apenas a sexta posição nas Eliminatórias, com 23 pontos, colocação que hoje o deixaria fora do Mundial. Por isso, precisa vencer o Equador na próxima quinta-feira, em casa, e o Brasil, na rodada final, dia 10, em São Paulo, para ir à Copa.

Entre os nomes chamados para estes confrontos, três atuam no futebol brasileiro: o lateral-esquerdo Eugenio Mena, do Sport, o volante Felipe Gutiérrez, do Internacional, e o meia Leonardo Valencia, do Botafogo. O ex-palmeirense Valdivia, atualmente no Colo Colo, ainda pode ser chamado.

Confira os 19 nomes convocados pela seleção chilena:

Goleiro: Claudio Bravo (Manchester City).

Defensores: Mauricio Isla (Fenerbahçe), Enzo Roco (Cruz Azul-MEX), Eugenio Mena (Sport), Paulo Díaz (San Lorenzo), Gary Medel (Besiktas), Guillermo Maripán (Alavés-ESP).

Meio-campistas: Francisco Silva (Cruz Azul-MEX), Charles Aránguiz (Bayer Leverkusen), Erick Pulgar (Bologna-ITA), Felipe Gutiérrez (Internacional), Arturo Vidal (Bayern de Munique), Pedro Pablo Hernández (Celta de Vigo-ESP), Leonardo Valência (Botafogo), César Pinares (Al-Sharjah-EAU).

Atacantes: Alexi Sánchez (Arsenal), Eduardo Vargas (Tigres-MEX), Edson Puch (Pachuca-MEX), Martín Rodríguez (Cruz Azul-MEX).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.