Carlos Parra/EFE
Carlos Parra/EFE

Chile pode surpreender Espanha e Holanda, diz Pablo Hernández

Meia acredita que seleção tem as ferramentas necessárias para sair vitoriosa do Grupo B

Luis Ampuero, Reuters

21 de maio de 2014 | 18h10

BUENOS AIRES - A seleção do Chile tem demonstrado bom desempenho e conta com as ferramentas necessárias para sair vitoriosa do complicado Grupo B do Mundial, disse nesta quarta-feira o meio-campista Pablo Hernández, que tenta se recuperar de uma lesão para estar entre os convocados da equipe chilena.

O Chile, que joga sua segunda Copa consecutiva após chegar às oitavas de final na África do Sul em 2010, foi sorteade em um grupo duro, pelo qual vai enfrentar Espanha, Holanda e Austrália.

Hernández, natural da Argentina, não tem garantida sua participação na Copa no Brasil, mas o técnico Jorge Sampaoli o incluiu na lista preliminar de 30 jogadores, antes da escolha do elenco definitivo de 23 jogadores até o início de junho.

"Sabemos que é um grupo muito difícil, mas acredito que o Chile tem as ferramentas para causar surpresa", disse Hernández em uma entrevista ao canal argentino TyC Sports.

"Ultimamente o Chile tem jogado muito bem e tem dado o que falar em toda parte devido ao bom desempenho de sua equipe, isso é o mais importante", acrescentou.

O meia destacou que o bom futebol do time de Sampaoli o permitiu ser um dos melhores nas eliminatórias da América do Sul. Agora, o Chile vai tentar repetir essas atuações após o início da Copa do Mundo, em 12 de junho.

"Alguns dizem que vão ser os outros países (Espanha e Holanda) os que vão passar (para as oitavas), mas creio que o Chile vai surpreender se nós fizermos o mesmo que temos feito até agora."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.