Rick Bowmer/AP
Rick Bowmer/AP

Chile promete ser ousado em confronto das oitavas com o Brasil

Atletas chilenos dizem que equipe 'vai pressionar em cima e atacar por todos os cantos'

Agência Estado e Associated Press

26 de junho de 2010 | 10h57

JOHANNESBURGO - A seleção chilena prometeu que não vai temer o Brasil e apresentará um estilo ofensivo no duelo contra o Brasil, segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo da África do Sul. Segunda colocada do Grupo H, a equipe mostrou ousadia na derrota para a Espanha por 2 a 1, mas pecou pelos erros defensivos.

 

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador   

 

"Imagino uma partida aberta. O mais provável é que nós não mudemos nem um milímetro o que fazemos, independentemente do rival, e eles, com toda a tradição e toda a historia, também vão atacar", disse Beausejour.

 

Rodrigo Millar, autor do gol chileno contra a Espanha, opinou que será fundamental não cometer erros diante do Brasil. "Sabemos que são uma equipe que quando tem pequenas chances, a traduzem em gols", disse. "Temos que estar muito concentrados".

 

O meio-campista Arturo Vidal prometeu ousadia com responsabilidade contra o Brasil. "Não será um Chile que lhe faltará respeito, mas que fará o seu jogo, que vai pressionar em cima, que vai atacar por todos cantos", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.