Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
MAURO PIMENTEL / AFP
MAURO PIMENTEL / AFP

Chile vai esconder símbolo da Nike em partida contra a Bolívia na Copa América; entenda

Federação de futebol do país entrou em litígio com a gigante norte-americana de material esportivo

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2021 | 20h55

A seleção chilena terá mudanças no seu uniforme para a partida contra a Bolívia, nesta sexta-feira, pela Copa América. Mas não se trata da estreia de uma nova camisa. A equipe vai entrar em campo com o símbolo da Nike escondido de seu uniforme. 

A decisão por não exibir o logotipo da marca se deve ao fato da Federação Chilena ter entrado em litígio com a gigante norte-americana de material esportivo. 

A entidade alega o não pagamento de valores que chegam a US$ 4,2 milhões (cerca de R$ 21 milhões), referentes à temporada 2019-2020. As informações são do jornal chileno La Tercera

Ainda de acordo com a publicação, a Nike entrou com uma ação para rescindir o contrato entre as partes, alegando o não cumprimento de itens previstos no acordo. O caso será levado para o Tribunal Arbitral da Câmara de Comércio Internacional. 

O Chile enfrenta a Bolívia pela segunda rodada do Grupo A nesta sexta-feira, às 18h, na Arena Pantanal, em Cuiabá. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.