Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Mario Ruiz/ EFE
Mario Ruiz/ EFE

Chileno Arturo Vidal teria chegado bêbado à concentração

Volante do Bayern de Munique teria passado a noite em cassino

AFP

03 de setembro de 2015 | 20h47

O astro chileno Arturo Vidal está envolvido em mais uma polêmica. Segundo o jornal local El Mercurio, o volante chegou embriagado à concentração da "Roja" na manhã da última terça-feira. 

Após ir a um cassino nos arredores de Santiago, o "Rei Arturo" teria retornado em "más condições" ao complexo esportivo Juan Pinto Durán. Durante a última Copa América, Vidal chegou a ser preso após bater sua Ferrari após dirigir bêbado quando voltava do mesmo cassino.

"Após as 8h da manhã desta terça-feira, Vidal chegou em más condições, por isso foi colocado em seu quarto para dormir", relata a publicação chilena. A seleção de Jorge Sampaoli se prepara para disputar um amistoso contra o Paraguai no próximo sábado. 

Contratado pelo Bayern de Munique na última janela de transferências, Vidal foi liberado da seleção na terça. Por meio de um comunicado, a Federação Chilena de Futebol informou que a dispensa foi um pedido do jogador, que teve que viajar imediatamente à Europa devido a "problemas pessoais". 

Na quinta-feira, o canal estatal TVN pôde confirmar a presença do atleta durante a madrugada de terça no cassino Monticello. Antes de viajar à Alemanha, na quarta, Vidal negou as acusações. 

"Tudo isso me afeta muito, queria que gostassem mais de mim aqui no Chile, mas algumas pessoas me prejudicam", disse o meia, que assegurou que retornará ao selecionado para o início das Eliminatórias da Copa em outubro, contra o Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.