China quer 6 milhões de jogadores

A China tem um plano ambicioso para o futebol e já é assunto de Estado. O país pretende converter em jogadores nada menos do que 6 milhões de pessoas em três anos. A idéia é atingir este número fomentando a prática do esporte em 6 mil escolas. No futebol feminino, a China é uma das forças mundiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.