Chinês lamenta contusão de Cissé, mas não admite culpa

Zheng Zhi, jogador da seleção chinesa que causou a grave lesão do atacante francês Djibril Cissé, na última quarta-feira, que o tirou do Mundial, lamentou o acontecido, mas disse que não se sente culpado. "Estava ganhando a jogada e nos chocamos, mas não achei que o Cissé tivesse se machucado ao cair no chão", disse o zagueiro, nesta sexta, em entrevista à agência de notícias chinesa Xinhua."As partidas de futebol são assim, e todo jogador de futebol profissional pode se machucar em campo?, acrescentou o zagueiro, que foi quem marcou o gol da China na derrota para a França, por 3 a 1. Cissé deixou o gramado, de maca, ainda no primeiro tempo, com suspeita de fratura na perna direita. Um exame posterior confirmou a lesão e o atleta foi operado no mesmo dia.Zheng recebeu apoio de seu técnico, Zhu Guanghu, que também lamentou a contusão de Cissé. ?Um dos objetivos da equipe chinesa neste amistoso era ajudar a França para que ela tivesse um melhor rendimento no Mundial e, assim, nossos jogadores entraram em campo com essa determinação?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.