Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Chiquinho diz ainda sonhar com gol marcado no clássico carioca

Jogador do Fluminense entra bem nos últimos jogos e busca titularidade

Agência Estado

14 de maio de 2014 | 20h48

RIO - O último domingo vai demorar para sair da memória do meia Chiquinho. O jogador deixou o banco de reservas para garantir a vitória do Fluminense por 2 a 0 diante do maior rival Flamengo, no Maracanã, com um gol decisivo, seu primeiro pelo clube, no segundo tempo. Passados três dias deste feito, ele admitiu que ainda sonha com o momento.

"É o sonho de todo jogador marcar um gol no Maracanã. Marcar o primeiro gol pelo Fluminense no Maracanã é um sonho. A ficha demorou a cair. Parando para ver o lance, é o sonho de todo jogador. Se puder repetir aquelas cenas em todos os jogos ia ser muito bom", declarou ao site oficial do clube.

Chiquinho chegou ao Fluminense no início do ano, como nome desconhecido do torcedor, após passagem sem grande brilho pela Ponte Preta. Aos poucos, se tornou peça importante para o elenco, sempre entrando no segundo tempo, e ganhou espaço. Ainda assim, ele não escondeu ter ficado surpreso com a repercussão do gol no clássico.

"A felicidade é imensa. Não sabia da proporção que ia ter esse gol. Como foi em um Fla-Flu, eu agora tenho noção. É um jogo muito grande aqui no Rio. Fiquei muito feliz. Eu sempre procuro manter o meu trabalho, treinar bem, entrar bem, com o Renato (Gaúcho) eu tive as oportunidades de entrar em todos os jogos. Com o Cristóvão (Borges), tive a chance de entrar na posição de que eu gosto. Como bom mineirinho, comendo quieto, eu vou conquistando meu espaço", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseChiquinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.