Graig Abel / AFP
Graig Abel / AFP

Chivas contém euforia após ficar mais perto de Mundial e findar jejum de 56 anos

Equipe mexicana bate o Toronto FC no Canadá e pode perder até por 1 a 0 em casa na volta

Estadão Conteúdo

18 de abril de 2018 | 10h02

O Chivas Guadalajara ficou mais próximo de conquistar o título da Liga dos Campeões da Concacaf ao vencer o Toronto FC por 2 a 1, na noite de terça-feira, no Canadá, no jogo de ida da final da Liga dos Campeões da Concacaf. Assim, agora também se vê mais próximo de se classificar de forma inédita para o Mundial de Clubes da Fifa e, de quebra, encerrar um jejum de 56 anos sem conquistar um título continental.

+ Corinthians busca encaminhar a vaga e acertar com Balbuena

+ Atlético-MG visita Ferroviário para avançar na Copa do Brasil e recuperar moral

Apesar disso, a equipe procurou conter a euforia antes da partida de volta da decisão, marcada para a quarta-feira da próxima semana, no México, onde poderá até perder por 1 a 0 para ficar com a taça, tendo em vista o maior peso dos gols marcados fora de casa para efeito de desempate.

"Isso (o título) não está definido de maneira nenhuma e nem somos favoritos", afirmou o argentino Matías Almeyda, técnico do Chivas, que depois enfatizou: "Restam mais 90 minutos, de máxima concentração e máxima entrega".

Na partida desta terça-feira, realizada sob intenso frio em Toronto, Rodolfo Pizarro abriu o placar para o time mexicano já aos 2 minutos do primeiro tempo, mas Jonathan Osorio empatou o jogo para a equipe da casa pouco depois, aos 19. Na etapa final, aos 27 minutos, Alan Pulido fez o gol que assegurou o triunfo aos visitantes.

O Chivas também tenta se tornar o sexto time mexicano a disputar um Mundial de Clubes da Fifa, após Necaxa, América, Atlante, Monterrey e Cruz Azul terem participado de outras edições do torneio. E, caso triunfe na próxima semana, se tornará campeão da Concacaf pela primeira vez desde 1962. "Se isso acontecer, vou ficar obviamente muito feliz, mas não podemos ficar pensando somente no resultado de hoje (terça), pois falta mais uma partida", alertou Matías Almeyda.

Atual campeão da Major League Soccer, o Toronto FC almeja se tornar o primeiro time do Canadá a conquistar uma vaga no Mundial de Clubes, que será realizado em dezembro, nos Emirados Árabes Unidos. Na decisão do ano passado da competição, o Real Madrid ficou com o título ao bater o Grêmio por 1 a 0 na final.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMundial de ClubesConcacaf

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.