Max Rossi / Reuters
Max Rossi / Reuters

Christian Panucci é anunciado como novo técnico da Albânia até a Eurocopa de 2020

Ex-lateral diz que foco total será em chegar à fase de grupos da competição europeia

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2017 | 10h46

A Albânia anunciou oficialmente nesta quarta-feira o ex-lateral italiano e também ex-zagueiro Christian Panucci como novo técnico da seleção de futebol do país. O treinador de 44 anos foi contratado para dirigir o time nacional até a Eurocopa de 2020, informou o presidente da Federação Albanesa de Futebol, Armand Duka.

Com passagens por Milan, Inter de Milão, Roma e Real Madrid como jogador, Panucci ressaltou nesta quarta que o "seu único objetivo é levar a Albânia à fase final da Eurocopa de 2020", se referindo, na realidade, à conquista de um lugar no estágio de grupos da próxima edição da competição continental, que possui uma Eliminatória que define os classificados para o torneio.

Em sua carreira de técnico, o jovem comandante trabalhou como assistente do seu compatriota Fabio Capello na seleção da Rússia, entre 2012 e 2014, antes de ter dirigido o Livorno e o Ternana, dois clubes italianos.

Jogador da seleção da Itália entre 1994 e 2008, Panucci chegou ao comando do time nacional da Albânia para substituir o compatriota Gianni de Biasi, demitido no mês passado e que estava no cargo desde 2011.

Sob a direção do italiano, os albaneses disputaram em 2016, na França, o seu primeiro grande torneio ao se classificarem para a Eurocopa, na qual chegaram a surpreender a Romênia com uma vitória por 1 a 0. Porém, por terem sido derrotados pelos anfitriões franceses por 2 a 0 e pela Suíça por 1 a 0, foram eliminados na fase de grupos da competição.

A Eurocopa de 2020, a 16ª da história, será realizada de uma forma inédita, com 13 cidades de 13 países recebendo partidas, e terá 24 seleções divididas em seis grupos em sua fase inicial, sendo que 16 destes times irão avançar às oitavas de final.

Embora esteja nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, a Albânia sabe que suas chances são mínimas de ir à competição na Rússia, pois ocupa a terceira posição do Grupo G do qualificatório europeu para o Mundial, com nove pontos, sete atrás de Espanha e Itália, que dividem o topo da chave. Apenas os primeiros colocados de cada grupo garantirão vaga direta na Copa, enquanto os vice-líderes jogarão um playoff por vaga na competição.

Tudo o que sabemos sobre:
Futebol InternacionalFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.