Chuva traz prejuízos para a Portuguesa

A forte chuva que caiu nesta terça-feira em São Paulo (SP) não fez apenas o trânsito da cidade parar. Fez também com que o treino da Portuguesa acabasse mais cedo. Após 40 minutos de trabalho, o técnico Giba precisou encerrar os treinamentos.E o treino não foi o único prejuízo para a Portuguesa. O meia Celsinho torceu o joelho esquerdo e passou a ser dúvida para o jogo de sábado, contra o São Raimundo, pela sexta rodada da Série B do Brasileiro. Nesta quarta-feira, Celsinho passará por um novo exame para saber a gravidade da lesão.Se não jogar, Celsinho não será o único desfalque do time. Rodrigo Pontes e Fabrício também estão fora do jogo de Manaus. O meia recebeu o terceiro cartão amarelo e o atacante foi expulso na vitória da Lusa por 3 a 0 sobre o União Barbarense na última rodada. A boa notícia para Giba é o retorno de dois jogadores do meio-campo que estavam suspensos: Wilton Goiano e Almir.Apesar da boa campanha que faz - está com 12 pontos - o técnico Giba ainda não conseguiu repetir a mesma formação em dois jogos seguidos. Um dos motivos é a indisciplina dentro de campo. Nas cinco rodadas até agora, são três os jogadores que já levaram o cartão vermelho: Silas, Wilton Goiano e Fabrício. Sem contar os suspensos pelo terceiro amarelo.Fora as suspensões, Giba tem também que contar com as freqüentes contusões de seus atletas. Rai e Cléber são dois titulares do time que já desfalcaram a equipe. E agora a dor de cabeça fica por conta de Celsinho que, mesmo reserva, tem entrado bem nos jogos - foi o autor do segundo gol contra o União.Contusões, suspensões e... saídas. Este é o terceiro motivo pelo qual Giba ainda não conseguiu repetir a escalação do time. Os zagueiros Altair e Pereira já deram adeus ao clube, e a torcida da Lusa já está se acostumando com os boatos de saída de grandes jogadores, como Cléber e Gléguer. O goleiro, aliás, não acertou com o Grêmio e a diretoria da Portuguesa quer prorrogar o seu contrato - que vai até dezembro - por mais um ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.