Chuvas atrapalham treinos da Lusa

A Portuguesa tem enfrentado um problema inusitado ultimamente. As chuvas quase diárias em São Paulo estão atrapalhando os treinos da equipe. Apesar de normalmente chover no final da tarde, nesse período do ano, o técnico Valdir Espinosa insiste em marcar os treinamento para a tarde. Foi assim na última sexta-feira, quando a equipe pôde treinar apenas 30 minutos para o clássico de domingo contra o Palmeiras. Nesta segunda-feira, o grupo mais uma vez não conseguiu trabalhar no gramado do Canindé, encharcado pelo dilúvio que caiu em São Paulo. Com isso, os atletas fizeram apenas trabalhos físicos, nos vestiários, com o preparador Carlos Pacheco. O problema é que nesta terça-feira, no último dia de preparação para o jogo contra a Ponte Preta, que acontece na quarta, no Canindé, a Lusa tem novo treino marcado para as 16 horas. Resta saber ser a chuva vai deixar Espinosa arrumar sua equipe, que é o pior paulista no Torneio Rio-São Paulo.

Agencia Estado,

18 Março 2002 | 19h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.