Cianorte quer decidir em São Paulo

O técnico do Cianorte, Caio Júnior, pretende reforçar a marcação não dando liberdade para o Corinthians armar as jogadas ofensivas no jogo desta quarta-feira, às 21h45, no Estádio Willie Davids, em Maringá, pela Copa do Brasil. Mas também vai partir para o ataque. "Se não tentar fazer gol facilita mais para eles", justificou. Apesar de reconhecer que o time paulista tem jogadores que desequilibram, ele entende que o União São João deu muita liberdade na partida de sábado, quando perdeu por 6 a 1.De acordo com o treinador, os dois primeiros gols desestabilizaram o União e permitiu que o talento corintiano sobressaísse. "É isso que não podemos deixar acontecer, pois ficaria praticamente impossível reverter", acentuou. Caio Júnior evitou fazer qualquer prognóstico para a partida. "O que queremos é levar a decisão para São Paulo", disse. Aí espera ter mais tempo para preparar-se unicamente para essa competição.Motivação é o que não tem faltado para a equipe, em razão de estar jogando uma das partidas mais importantes de sua história. O lamento é não poder atuar no Estádio Albino Turbay, em Cianorte. Se houvesse condições, o jogo seria à tarde, por falta de iluminação, e o forte calor do noroeste paranaense facilitaria o trabalho do time local. "Mas em Maringá será um campo praticamente neutro", ponderou o técnico.Apesar de os times paulistas serem muito populares no norte paranaense, ele espera pelo menos metade do público apoiando o Cianorte. Os 19.500 ingressos de arquibancada e cadeiras foram vendidos em poucas horas. Em Cianorte, 10 mil ingressos já tinham acabado no sábado. O restante foi adquirido em três horas em Maringá. No domingo, o time apenas empatou com o Paraná Clube, por 1 a 1, apesar de estar jogando em casa. Em terceiro lugar no Grupo A do Campeonato Paranaense, com 17 pontos, o Cianorte tem boas possibilidades de se classificar para a próxima fase. Para o jogo desta quarta-feira, o meia Maurício, que não jogou domingo, retorna à equipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.