Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Cícero é regularizado e se torna o sexto reforço do Botafogo para 2019

Meia assina contrato com o clube até o dia 31 de dezembro de 2019

Redação, Estadão Conteúdo

04 Fevereiro 2019 | 18h43

O meia Cícero é o sexto reforço do Botafogo para a temporada 2019. Às vésperas da estreia da equipe carioca na Copa Sul-Americana, o clube, mesmo sem oficializar a chegada do jogador, o regularizou ao registrar o seu vínculo no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Cícero, de 34 anos, estava sem clube após defender o Grêmio em 2018, o que facilitou a sua negociação com o time carioca. E assinou um contrato com o Botafogo até 31 de dezembro de 2019. E ele, assim, já está à disposição do técnico Zé Ricardo para o duelo de quarta-feira com o argentino Defensa Y Justicia, às 21h30, no Engenhão, pela primeira fase da Sul-Americana.

Com larga experiência, Cícero estava no Grêmio desde setembro de 2017, ano em que contribuiu para a conquista do título da Copa Libertadores ao marcar um gol no jogo de ida de decisão contra o Lanús. O meio-campista também possui passagens por clubes como Figueirense, Fluminense, Santos e São Paulo, no futebol nacional, além de ter defendido Hertha Berlin, Wolfsburg e Al-Gharafa no exterior.

A contratação de Cícero já estava encaminhada no último domingo, quando o Botafogo derrotou o Boavista por 3 a 0, pela última rodada da fase classificatória da Taça Guanabara. E o técnico Zé Ricardo avalizou a chegada do meio-campista, por sua polivalência e experiência.

"É um atleta de muita qualidade, super campeão, o que é importante para uma equipe que tem muitos jovens. Cícero pode jogar em mais de uma posição e estamos muito felizes com essa possibilidade. Se ele realmente vier, tenho certeza de que será feliz no Botafogo e de que seremos felizes com ele", disse o treinador.

Antes de Cícero, o Botafogo se reforçou para a temporada 2019 com Diego Cavalieri, Gabriel, Alan Santos, Alex Santana e Gustavo Ferrareis.

 

 

Mais conteúdo sobre:
BotafogofutebolCícero

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.