Cícero ganha mais uma chance como titular do Fluminense

Jogador gosta de jogar como volante avançado, mas confia em seu potencial para jogar na vaga de Thiago Neves

16 de outubro de 2007 | 20h21

Com a suspensão de Thiago Neves, que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate por 1 a 1 diante do São Paulo, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, Cícero ganha mais uma chance com a camisa 10 do Fluminense, que enfrenta o Goiás, sábado, em Goiânia.   Goleador pelo Figueirense, no ano passado, o jogador já marcou 10 vezes nesta temporada, mesmo atuando de forma esporádica. Cícero, no entanto, diz sempre que prefere jogar como um volante avançado.   "Estou preparado, confio no meu potencial", disse o meia, que alerta para o perigo de enfrentar times que lutam contra o rebaixamento - o Goiás é o 16º, com 38 pontos, uma posição acima da linha de degola -. "É sempre muito difícil. Não podemos achar que o jogo já está ganho".   O outro desfalque será mais duradouro. Somália pára seis meses por rompimento dos ligamentos do joelho direito. Adriano Magrão ocupa seu lugar, e espera conquistar a confiança do técnico Renato Gaúcho, que insistia na permanência de Somália no time principal, apesar das reclamações da torcida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.