Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Cícero se reúne com a diretoria do Santos e não joga mais pelo clube

Jogador sequer enfrenta o Flamengo, neste domingo, e deve se transferir para o Fluminense

O Estado de S. Paulo

25 de maio de 2014 | 15h03

SÃO PAULO - O meia Cícero não joga mais pelo Santos. Em uma reunião antes da partida deste domingo, contra o Flamengo, pelo Brasileirão, no Morumbi, o meia comunicou o gerente de futebol do clibe, Zinho, e o superintendente de esportes do clube, André Zanotta, que não queria entrar em campo pela sétima vez no Brasileirão para poder se transferir para outra equipe ainda nesta temporada.

O provável destino é o Fluminense, time que já defendeu e foi vice-campeão da Libertadores, em 2008. A negociação pode ainda envolver a troca com algum atleta do tricolor carioca. No começo do ano, Cícero já havia cogitado deixar o Santos enquanto negociava a prorrogação do vínculo. Em 2013, o meia criou mal estar com a diretoria ao exigir publicamente um aumento salarial para R$ 500 mil.

Com o rompimento, Cícero sequer participa do jogo deste domingo, no Morumbi. Titular absoluto do técnico Oswaldo de Oliveira, saída do jogador deve causar problemas pela dificuldade em se achar um substituto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.