Cicinho comemora gostinho de jogar na Copa do Mundo

O lateral-direito Cicinho teve a tão sonhada oportunidade de participar de um jogo de Copa do Mundo. E não a desperdiçou: deu o passe para o gol de empate, marcado por Ronaldo, e foi a principal válvula de escape para o ataque brasileiro.Cicinho sabe que voltará ao banco de reservas no jogo das oitavas-de-final, contra Gana. Mas também reconhece que jogou à altura do titular Cafu. "Tivemos jogadores poupados, mas quem entra sempre procura dar o melhor", comentou.O jogador não escondeu a empolgação com a atuação da equipe diante dos japoneses. "O Brasil está embalado e se Deus quiser vai ganhar o título."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.