Cicinho descarta defender o Santos na temporada 2009

Lateral-direito da Roma diz que deseja retornar ao futebol brasileiro, mas para atuar no São Paulo

Jornal da Tarde,

14 de dezembro de 2008 | 18h46

Durou pouco o sonho do Santos em repatriar o lateral-direito Cicinho, da Roma. Neste domingo, o ex-jogador do São Paulo disse que é improvável a sua volta ao futebol brasileiro. O interesse do Peixe veio principalmente por causa dos investimentos que serão feitos no ano que vem, com Delcir Sonda. Apesar de contar com uma boa injeção de dinheiro, é muito difícil que o jogador venha para a Vila Belmiro. Veja também:Tabela e calendário do Paulistão 2009Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão "Não tive contato com nenhum clube do Brasil. Pra mim é até surpresa esse comentário sobre o Santos", esclarece Cicinho. De acordo com informações, os dirigentes santistas contariam a favor o fato de que o brasileiro estaria insatisfeito no clube romano, por causa de problemas com o técnico Luciano Spalletti. "Meu problema com o técnico foi superado. A Roma não vai me liberar e pretendo continuar aqui", assegura o jogador. "Fico feliz que clubes grandes como São Paulo, Santos e Internacional sempre se lembrem de mim, mas não teve nenhum contato comigo." Apesar do interesse do Peixe, Cicinho disse que seu desejo é voltar ao São Paulo. Mas não descarta outras equipes. "Não vejo problema de jogar em outra equipe, gostaria que fosse o São Paulo, mas como sou profissional, se houver uma proposta convincente de trabalho, tenho que estudar. Mas, no momento são só boatos. Nada chegou a mim, nem ao meu procurador e nem à Roma", conclui. Com isso, quem deve ganhar ainda mais espaço no Santos é Wendel. O volante, que atuou improvisado na lateral-direita, seria devolvido ao Palmeiras. No entanto, ambas as diretorias negociam e um reempréstimo deve ser acertado nos próximos dias. Wendel já disse várias vezes que pretende se firmar no setor, carente no Santos. Em relação ao meia Lúcio Flávio, as negociações se arrastam. O Santos aguarda resposta do empresário do jogador, que não deverá ficar no Botafogo. Assim como Wendel, a diretoria espera definir nesta semana.

Tudo o que sabemos sobre:
CicinhoSantos FCSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.