Cicinho diz que foi sondado pelo Porto

Cicinho confirmou nesta quinta-feira que seu empresário, Júlio Leonel, recebeu sondagens do Porto, que gostaria de contratá-lo. O lateral repetiu o discurso chavão de todo jogador que se encontra nessa situação. "Estou muito feliz aqui, mas se a proposta for boa para os dois lados, aceito conversar, pois o sonho de todo jogador é atuar na Europa." A multa rescisória de Cicinho é de US$ 3 milhões (R$ 7,7 milhões) porque o jogador é dono da metade do passe. "Se alguém pagar, tenho de sair. Vou de cabeça erguida porque sei que fiz um bom trabalho aqui no São Paulo. Há também possibilidade de uma troca pelo Luís Fabiano, mas nada disso é definitivo." A revelação de Cicinho vem no momento em que discute um aumento salarial com o clube, que desejaria aumentar o valor da multa. "Seria bom um aumento, todo mundo gosta disso." Ele garante que seu pedido de aumento não passa perto do que Gabriel recebia no clube. "Vocês e que estão dizendo que ele ganhava R$ 85 mil por mês. Nem passo perto disso. Se ganhasse isso, trabalhava um mês só e ia para Pradópolis descansar o resto da vida." E é para Pradópolis que mandará todo o uniforme que utilizou em sua estréia na Seleção, contra a Guatemala. Calção, chuteira, meião, camisa e até um boné com o número 1 (indicando que é a sua primeira vez) que ganhou da CBF. "Vou colocar tudo dentro de uma armação de vidro e colocar na parede. Vai ficar bonito. Já tem um uniforme do São Paulo, do Atlético Mineiro, do Botafogo de Ribeirão Preto e do Botafogo do Rio, os times que defendi na carreira." O "museu do Cicinho" tem poucos visitantes. "Só o pessoal que a minha mãe chama para ver. Ela convida os parentes e o pessoal que vai até a loja que minha irmã tem na cidade." Cicinho está escalado para o jogo de sábado, contra o Paraná. Pode ser o último jogo de Lugano antes de um período de suspensão. Ele será julgado na segunda-feira por haver pisado na perna do atacante Leandro, do Fluminense, na partida de estréia no Brasileiro, domingo no Maracanã. O São Paulo ainda procura por um treinador. O clube sonha com Muricy, mas como está difícil a sua saída do Inter, Paulo Autuori é o mais provável. No jogo de sábado, o time será dirigido, pela terceira vez seguida, por Milton Cruz. Nesta sexta-feira, deve chegar o atacante Vandinho, do Paraná.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.