Cicinho pede paciência para torcida do Palmeiras

Cicinho reconheceu nesta terça-feira que será difícil para o Palmeiras obter a classificação às oitavas de final da Copa Sul-Americana, após perder o jogo de ida para o Vasco por 2 a 0. Ainda assim, ele afirmou que o time tem condições de reverter a vantagem na quinta, em São Paulo. E, para isso, o lateral espera contar com a paciência do torcedor.

AE, Agência Estado

23 de agosto de 2011 | 20h01

"Sabemos, claro, que existe a importância de fazer gols logo, mas tudo com muito cuidado. Para isso, também precisamos do apoio do torcedor. Eles precisarão ter paciência, e se o estádio estiver lotado será muito melhor", afirmou o lateral.

Apesar de cauteloso, Cicinho assegurou que o Palmeiras pode vencer o Vasco por mais de dois gols e, assim, ficar com a vaga nas oitavas. "No mundo do futebol, tudo pode acontecer. Todo mundo aqui dentro tem consciência que é muito difícil, mas também sabemos que não tem nada impossível", ponderou.

Cicinho lamentou apenas o cartão amarelo sofrido no empate contra o São Paulo, pelo Brasileirão, que o deixou de fora do clássico contra o Corinthians no domingo. "Eu iria reclamar do quê? Não adianta reclamar depois que leva o cartão. Fiquei muito chateado. Foi um lance longe do gol, na lateral, e o jogador deles se jogou", opinou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeirasCicinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.