Cicinho pode sair; Denílson pode voltar

Cicinho acabou de renovar seu contrato com o São Paulo até 2008, mas pode deixar o clube agora. O Betis está muito interessado em contratá-lo e não descarta a possibilidade de ceder Denílson por empréstimo de um ano para facilitar a negociação.Ouvido na Alemanha por um jornalista espanhol, o lateral-direito mostrou-se muito animado com a possibilidade de se transferir para o Betis. "Gostaria muito de jogar no Betis. É um grande clube e tem jogadores brasileiros." Cicinho também declarou que o fato de ter renovado contrato pouco antes de se apresentar à Seleção não é um empecilho para que a transação se realize. "Desde que a proposta seja boa para o São Paulo e para mim."Seus dois representantes - Juliano Leonel e Fernando Benedini - estão na Alemanha acompanhando a Copa das Confederações. Juliano confirmou ter sido procurado por um representante do Betis e espera um novo contato para confirmar a data de uma reunião na próxima semana em Sevilha com o presidente do clube espanhol, Manuel Ruiz de Lopera, e o treinador Lorenzo Serra Ferrer.Um detalhe que pode ajudar na negociação é que o jogador está prestes a conseguir o passaporte italiano, o que lhe permitirá ser inscrito como jogador "comunitário" (com nacionalidade de um integrante da União Européia). Seu avô nasceu na Itália - veio para o Brasil com cinco anos de idade - e seus agentes contrataram uma advogada no país para tocar o processo.Cicinho chegou ano passado ao São Paulo a custo zero. Na renovação de contrato, o Tricolor passou a ter 60% de seus direitos federativos e ele ficou com 40%. A multa rescisória é de US$ 12 milhões (R$ 28,6 milhões).Sua contratação é um pedido de Serra Ferrer, que quer reforços para o time poder fazer bonito nas três competições que vai disputar na temporada 2005/2006 - Campeonato Espanhol, Copa do Rei (que o time ganhou na temporada passada) e Copa dos Campeões (o Betis garantiu vaga ao ficar em terceiro no Campeonato Espanhol). "É imprescindível trazermos um lateral-direito, um volante e um atacante para jogar aberto pela esquerda", disse ao Diario de Sevilla.O pedido de contratação de um atacante pela esquerda demonstra que o treinador não conta com Denílson para a próxima temporada. E como o pentacampeão quer ser titular - no final da temporada deu várias entrevistas na Espanha dizendo que tem esperança de ir à Copa do Mundo se puder jogar com freqüência -, o clube está disposto a negociá-lo.Denílson gostaria de continuar na Europa, mas no momento o Betis sabe que será difícil encaixá-lo em algum clube por duas razões: é um jogador caro e não tem passaporte comunitário - deverá ter no final da temporada, pelo tempo de residência que tem na Espanha.Uma solução que agrada ao clube é emprestar o atacante por um ano a um clube brasileiro. Ele teria a chance de jogar e, quando voltasse, já teria o passaporte para poder ser negociado na Europa.Como Denílson se identifica com o São Paulo e o clube espanhol quer levar Cicinho, existe a possibilidade de o atacante ser incluído na negociação. Ricardo Oliveira, Edu (ex-São Paulo) e Marcos Assunção são os outros brasileiros do Betis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.