Cicinho também provoca o Corinthians

Depois de Amoroso (?quero ganhar de novo do Corinthians para alegrar nossa torcida?) e de Souza (?para mim, jogar contra eles é como enfrentar o Paysandu), chegou a vez de Cicinho demonstrar como os jogadores do São Paulo estão irritados com o que consideram ?ajuda? ao Corinthians o fato de terem de jogar de novo o clássico contra o rival. A partida que teve vitória são-paulina foi anulada pelo STJD, por causa da arbitragem de Edílson Pereira de Carvalho, e foi remarcada pela CBF para o dia 24 de outubro.?Todos os jogadores que estavam na seleção vieram falar comigo. Disseram que é um absurdo jogar de novo. E que isso tudo foi feito para ajudar o Corinthians. Todo mundo está estranhando essa decisão?, revelou Cicinho.O lateral do São Paulo e da seleção brasileira pergunta se, caso a decisão favorecesse o Figueirense, por exemplo, ela seria mantida. ?De jeito nenhum! Tudo é feito para ajudar o time deles. Agora, colocaram a gente para pegar o Santos no sábado, 48 horas antes do Corinthians. Querem que a gente jogue cansado...?A diretoria do São Paulo tem tido comportamento bem menos agressivo que o dos jogadores. O presidente do clube, Marcelo Portugal Gouvêa, até escreveu um artigo dizendo que foi tomada a melhor decisão. O que não muda a atitude de Cicinho.?O presidente tem uma opinião. Eu tenho outra. Falo só da minha. Para mim, tudo foi feito para ajudar o time deles. Não me conformo com isso. É uma palhaçada?, atacou Cicinho.Ao ser lembrado que o técnico Antônio Lopes poderia usar suas declarações para motivar os corintianos, Cicinho foi irônico. ?Ele fez isso na Libertadores e acabou perdendo de quatro?, disse o lateral, referindo-se à final da Libertadores, quando o São Paulo venceu o Atlético-PR, então dirigido por Antônio Lopes, por 4 a 0.Quase lá - Nesta quinta-feira, o atacante Grafite iniciou uma nova etapa de sua recuperação da operação dos ligamentos cruzados do joelho direito. Correu ao redor do gramado, mas só voltará a ter contato com bola em novembro. A diretoria aposta em sua recuperação para o Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão.

Agencia Estado,

13 de outubro de 2005 | 18h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.