Eric Gaillard / Reuters
Eric Gaillard / Reuters

Cinco jogadores brasileiros são indicados para a seleção do ano da Uefa

Entidade européia divulga a lista com 50 atletas que podem formar o time ideal da temporada

O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2018 | 16h49

A Uefa anunciou nesta segunda-feira os 50 indicados para a eleição do time do ano do futebol europeu. Entre os nomes que serão votados pelos torcedores através da internet, estão cinco brasileiros: o goleiro Alisson, o lateral Marcelo, o volante Casemiro e os atacantes Neymar e Roberto Firmino.

Alisson e Firmino são dois dos destaques do Liverpool na atual temporada, enquanto Marcelo e Casemiro foram peças importantes em mais um título do Real Madrid na Liga dos Campeões. Neymar sofreu com lesão e esteve longe de seus melhores dias, mas segue liderando o Paris Saint-Germain na França.

Além de Marcelo e Casemiro, o Real Madrid teve mais sete jogadores indicados e lidera entre os clubes. O time madrilenho também está representado pelo goleiro Keylor Navas, os zagueiros Sergio Ramos e Varane, os meias Luka Modric, Toni Kroos e Isco e o atacante Gareth Bale.

Cristiano Ronaldo, hoje na Juventus, também foi lembrado. O time italiano, aliás, tem quatro indicados e aparece atrás do Barcelona, com sete, incluindo Lionel Messi, do Liverpool e do Atlético de Madrid, ambos com seis. Manchester City e PSG, ambos com três, Bayern de Munique, Chelsea, Roma, Olympique de Marselha e Tottenham, com dois, além de Manchester United, com um, foram os outros times lembrados.

Entre os países, o Brasil é o terceiro com mais representantes, ficando atrás apenas da campeã mundial França, com dez, e da Espanha, com seis. Os 50 atletas foram escolhidos por um grupo de jornalistas europeus e a votação está aberta ao público no site da Uefa.

Confira os jogadores indicados à seleção da Uefa:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Lloris (Tottenham), Navas (Real Madrid), Oblak (Atlético de Madrid) e Ter Stegen (Barcelona).

Defensores: Jordi Alba (Barcelona), Chiellini (Juventus), José Giménez (Atlético de Madrid), Godín (Atlético de Madrid), Lucas Hernández (Atlético de Madrid), Kimmich (Bayern de Munique), Koulibaly (Napoli), Manolas (Roma), Marcelo (Real Madrid), Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid), John Stones (Manchester City), Umtiti (Barcelona), Van Dijk (Liverpool) e Varane (Real Madrid).

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), De Bruyne (Manchester City), Hazard (Chelsea), Isco (Real Madrid), Kanté (Chelsea), Kroos (Real Madrid), Milner (Liverpool), Modric (Real Madrid), Saúl Ñíguez (Atlético de Madrid), Payet (Olympique de Marselha), Pjanic (Juventus), Pogba (Manchester United), Rakitic (Barcelona), David Silva (Manchester City) e Thauvin (Olympique de Marselha).

Atacantes: Gareth Bale (Real Madrid), Cavani (PSG), Dybala (Juventus), Dzeko (Roma), Roberto Firmino (Liverpool), Griezmann (Atlético de Madrid), Harry Kane (Tottenham), Lewandowski (Bayern de Munique), Mané (Liverpool), Mbappé (PSG), Messi (Barcelona), Neymar (PSG), Cristiano Ronaldo (Juventus), Salah (Liverpool) e Luis Suárez (Barcelona).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.