Cinco momentos em que o São Paulo renasceu em fases ruins

Quarta, Centurión reviveu as esperanças do time na Libertadores

O Estado de S. Paulo

16 de abril de 2015 | 12h22

Desde que encerrou seu período áureo de conquistas na primeira década dos anos 2000, o São Paulo, aos poucos, foi ganhando rótulo de time 'apático' e 'acomodado'. Desde 2008, com a conquista do tricampeonato brasileiro consecutivo, o time do Morumbi faturou apenas um título: a Sul-Americana de 2012. Porém, esporadicamente, o Tricolor dá demonstrações de vontade e raça e mostra que a camisa pesa em jogos internacionais. Além disso, faz o torcedor sonhar com dias melhores na temporada, mesmo a despeito de um futebol ruim atualmente.

Nesta quarta-feira, no dramático jogo contra o Danubio, pela 5ª rodada da fase de grupos da Libertadores, a situação se repetiu. Estádio acanhado, gramado ruim e até o vento jogaram contra o São Paulo, que encarava o lanterna da chave precisando da vitória após ser derrotado pelo San Lorenzo na última rodada, grande rival na briga pela vaga nas oitavas de final. Após sair perdendo, o São Paulo, com gols de Pato e Centurión (este aos 46 minutos do 2º tempo), virou a partida na base da raça e das bolas alçadas na área. Jogou mal, muito mal, mas ganhou. "Se não ganhamos na técnica, ganhamos na raça". Este foi o discurso do interino Milton Cruz no intervalo, como revelou em coletiva ao fim do jogo.

Ainda nesta Libertadores, contra o San Lorenzo, no Morumbi, o São Paulo já havia vivido drama semelhante. Empatava a partida em 0 a 0, necessitando da vitória, até os 48 minutos do 2º tempo, quando Michel Bastos aproveitou cruzamento e, na pequena área, fez o gol que 'ressuscitou' as esperanças do torcedor na Libertadores. Relembre outros casos recentes de quando o São Paulo, em má fase ou desacreditado, se superou para 'renascer' em competições sul-americanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.