Jardel da Costa/Futura Press
Jardel da Costa/Futura Press

Cinco motivos para o Corinthians comemorar 105 anos neste dia 1º

Time lidera o Brasileiro e caminha a passos largos para o hexa

O Estado de S. Paulo

01 de setembro de 2015 | 10h16

O Corinthians festeja neste 1º de setembro seus 105 anos. Com motivos para comemorar dentro e fora de campo. Líder do Campeonato Brasileiro, com quatro pontos a mais do que o segundo colocado, o time do Parque São Jorge caminha a passos largos para sua sexta conquista nacional. Se isso, de fato, acontecer, a equipe volta para a Libertadores da América em 2016, fazendo frente aos gigantes do continente e já se imaginando de volta também no Mundial de Clube da Fifa. A útlima conquista do Corinthians foi o Paulista de 2013. O Estado aponta cinco motivos para que o corintiano tenha orgulho do seu clube nessa data.

1 - BOA FASE

Leia Também

INFO - Itaquerão

Ninguém faz frente ao Corinthians no Brasileiro. O time caminha a passos largos para mais uma conquista nacional. Com 46 pontos, lidera o torneio com sobras para o segundo colocado, o Atlético-MG. Poderia perder na próxima rodada que mesmo assim não deixaria a primeira colocação. Num campeonato tão apertado como esse, em que a diferença entre os rivais é de poucos pontos, essa gordurinha pode pesar na balança no fim. Mesmo jogando mal, o Corinthians vai somando pontos importantes.

2 - ITAQUERÃO

Já tem mais de um ano que o Corinthians inaugurou seu estádio para a Copa do Mundo e, desde então, passou a ser mais imponente. Ter um estádio próprio sempre foi o sonho dos corintianos. Não que eles não gostassem do Pacaembu, sentem até saudades de jogar no Paulo Machado de Carvalho, onde muitas alegrias viveram, e decepções também, mas é um estádio acanhado e da Prefeitura. Agora, não. O Itaquerão, que ainda não tem nome oficial, é a casa do corintiano. As partidas na arena lotam e o time se impõe lá dentro como poucos como mandante.

3 - DINHEIRO NO CAIXA

Não se tem mais notícias de que o Corinthians deve para seus jogadores. Pelo menos nenhum deles reclamou ultimamente. Neste ano, já esteve atrasado. O clube tem trabalhado para renovar seus patrocinadores e conseguir assim andar com as próprias pernas, sem precisar de empréstimos no mercado nem de dinheiro de outras fontes. As cotas de televisão e o número de sócios-torcedores, com mais de 100 mil, são as principais fontes de renda. Além da folha de pagamento dos atletas, na ordem dos R$ 6 milhões, o Corinthians precisa pagar mensalmente R$ 6 milhões pelo estádio. Tem 12 anos para fazer isso. Dirigentes afirmam que o Corinthians tem condições de honrar suas dúvidas no Itaquerão.

4 - JOGADOR NA SELEÇÃO

Dunga tem olhado com carinho para o Corinthians, e também para outros times do Brasil. O representante alvinegro na seleção é Elias, que parece ter seu lugar garantido nas Eliminatóirias da Copa da Rússia. O volante tem vacilidade para avançar e surgir como surpresa nas defesas adversárias. É assim que ele atua sob o comando de Tite. É assim que o corintiano quer que Dunga o utilize na seleção. Há outros do Parque São Jorge que podem ser chamados, como o volante Renato Augusto e o zagueiro Gil. Mas esses ainda não caíram nas graças do treinador nacional.

5 - BOM TÉCNICO

Dentre as obrigações de um treinador, está a responsabilidade de resgatar jogadores. É isso que Tite faz no Corinthians, principalmente em relação ao atacante Vagner Love, mas faz isso com outros também. Depois da saída de Emerson e Guerrero, o treinador acreditou no jovem Luciano e o fez artilheiro do time em tempo recorde. Com sua contusão, Tite apostou em Love, que vai readquirindo condição física e técnica depois de anos na China, onde só ganhou dinheiro. Tite é apontado como um dos melhores treinadores do País. A defesa corintiana é a menos vazada do Brasileiro, com 15 gols sofridos em 21 partidas. A zaga é firme, o meio de campo é o motorzinho do time e o ataque vai se reencontrando. Tudo isso se deve em partes ao trabalho do comandante, que também definiu rápido seu esquema de jogo e fez com que os jogadores entendessem isso. Nessas épocas em que um treinador é demitido a cada rodada, ter Tite firme no cargo faz diferença.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadão Trendsfutebolcorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.