Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Cinco perguntas para o técnico Muricy Ramalho, do São Paulo

Técnico gosta do time, mas lamenta ansiedade nas conclusões

Entrevista com

Muricy Ramalho

O Estado de S. Paulo

09 Março 2015 | 07h00

Esta derrota pode atrapalhar o time para o duelo da Libertadores?

Está longe, mas já provamos que temos chance por ser em casa. O São Paulo é um time grande e os jogadores estão acostumados com clássicos.

O time melhorou em relação ao jogo anterior com o Corinthians?

Nós forçamos o jogo, tivemos chances de marcar. Lá o Cássio não trabalhou, desta vez pegou até pênalti.

Em determinado momento a torcida pediu raça. Faltou vontade ao time?

Não faltou pegada, os jogadores correram o tempo todo. Talvez a ansiedade para concluir tenha atrapalhado.

Como você avalia a participação do Centurión na partida?

Ele foi uma surpresa agradável e consertou nosso lado esquerdo. É bom no drible e ataca em profundidade.

O que achou do baixo público no Morumbi, pouco mais de 18 mil pagantes?

O torcedor ajudou muito desde o ano passado. Talvez esteja guardando dinheiro para a reta final das competições, porque nos clássicos nosso público costuma ser maior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.