Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Cinco problemas para novo técnico resolver no Palmeiras

Equipe alviverde precisa se ajustar rapidamente

O Estado de S.Paulo

11 de março de 2016 | 07h00

O Palmeiras deve confirmar até segunda-feira a contratação de Cuca como novo treinador da equipe. Ele chega ao clube com vários problemas e sem ter muito tempo para resolvê-los, já que o time joga semana que vem pela Libertadores, quinta-feira, contra o Nacional, no Uruguai, e precisa se recuperar rapidamente da derrota na última quarta-feira. O Estado destacou cinco problemas mais emergenciais para o novo comandante palmeirense resolver.

Falta de organização tática

A maior reclamação sobre o trabalho de Marcelo Oliveira era a falta de uma organização tática. O time não conseguia criar e a única jogada era o cruzamento para a área e os longos lançamentos em busca dos atacantes. O novo treinador terá muitas opções no elenco, por isso poderá até montar esquemas diferentes, mas é preciso que o jogador saiba o que precisa ser feito em campo.

Tirar jogadores da zona de conforto

Alguns jogadores caíram muito de rendimento nos últimos tempos e, em alguns casos, parece ter acontecido uma acomodação. Como, por exemplo, na lateral-direita, onde Lucas não tem jogado bem e mesmo assim era mantido na equipe. Robinho e Gabriel Jesus também têm sido muito inconstantes.

Situação na Libertadores

Principal competição da equipe na temporada, o Palmeiras precisa ter atenção redobrada na Libertadores para evitar uma queda prematura. O time alviverde é o segundo colocado do Grupo 2, com quatro pontos. O líder é o Nacional com 5. O Rosario é o terceiro com quatro e o River Plate-URU soma apenas dois. O Nacional fará três jogos no Uruguai (dois em casa e um como visitante diante do River Plate) e pode ter grande vantagem por isso. Assim, o Alviverde deve disputar uma vaga com o Rosario.

Deixar todos motivados

Alguns jogadores estavam um pouco insatisfeitos com Marcelo Oliveira por estarem sendo pouco aproveitados. Com um elenco recheado de boas opções e de atletas com potencial para ser titulares, a missão do novo técnico é conseguir ter equilíbrio para utilizar o máximo de atletas e não deixar que os que não estão jogando fiquem desmotivados.

Aprender a usar o fator Allianz Parque

A maioria dos jogos do Palmeiras no Allianz Parque tem sido disputado diante de muitos torcedores, mas isso não tem surtido tanto efeito dentro de campo. Em 23 jogos na casa, o time sofreu sete derrotas e neste ano, a equipe só venceu na quarta partida realizada em casa. Antes, havia sido derrotado por 2 a 1 para o Linense e Ferroviária e ter empatado por 0 a 0 com o Santos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.