Cinco razões para fazer de Atlético de Madrid e Real Madrid um jogaço

Rivais se enfrentam pelas quarta de final da Liga dos Campeões

O Estado de S. Paulo

14 de abril de 2015 | 11h14

O Atlético de Madrid recebe nesta terça o Real Madrid para fazer história na Liga dos Campeões, em sua cidade, a capital espanhola, e entre os amantes do futebol bem jogado. O time manda o confronto no Vicente Calderón e fará do seu alçapão uma ratoeira para os badalados jogadores do Real Madrid. Os espanhóis sabem que apenas um passará, além do outro time do país, o Barcelona, que mede forças com o PSG nesta quarta. Veja cinco razões para fazer desse jogo uma atração.

1. Decisão

Mais do que uma decisão entre duas equipes dispostas e com qualidade para ganhar a Liga dos Campeões, o jogo marca o encontro entre dois rivais da mesma cidade, Madri, e isso esquenta demais a disputa. Esse primeiro jogo é no Vicente Calderón, alçapão do Atlético. Ganhar em casa é tudo o que o time de Diego Simeone precisa para deixar acesa suas esperanças de classificação. Da mesma forma, o Real Madrid sabe da importância de continuar na Copa, uma vez que o Espanhol agora é liderado pelo rival Barcelona.

2. Bons jogadores

O Real Madrid está recheado de bons jogadores, capazes de fazer da partida um espetáculo. O maior de todos é Cristiano Ronaldo, que arrasta multidões para suas coisas. Carlo Ancelotti aposta no trio de ataque formado pelo português, Benzema e Bale. Ainda conta com James Rodrigues no meio de campo.

3. Brasileiros

Os brasileiros que acompanharão a partida ao vivo a partir das 15h45 poderão ver alguns compatriotas em campo. O zagueiro Miranda, fixo no time de Dunga, é o principal nome do Atlético na defesa. O Real escala Pepe e Marcelo na zaga. Pepe é brasileiro, mas naturalizado português. Marcelo também faz parte do elenco da seleção brasileira.

4. Garra e disciplina

O Atlético de Madrid aposta na luta de seus jogadores, um reflexo dos pensamentos e características do seu treinador, o argentino Diego Simeone. O próprio treinador do Real, Carlo Ancelotti, disse nesta semana que o que mais lhe chama a atenção no rival de Madri é a vontade e disposição de lutar, e de nunca desistir.

5. Jogo da volta    

Essa partida no Vicente Calderón não define a classificação de um dos times, a não ser que ocorra uma goleada de qualquer um dos lados. No dia 7 de fevereiro, o Atlético fez 4 a 0 no Real Madrid. Então é possível, embora pouco provável. O jogo da volta está marcado para o dia 21, no Santiago Bernabéu. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.