Divulgação/Anderson Rodrigues/São Caetano
Divulgação/Anderson Rodrigues/São Caetano

Cipullo elogia Muricy, e já busca novo treinador

Vice-presidente de futebol do Palmeiras pode fechar com Antônio Carlos Zago, do São Caetano

AE, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2010 | 20h21

O vice-presidente de futebol do Palmeiras, Gilberto Cipullo, elogiou a postura do técnico Muricy Ramalho, demitido nesta quinta-feira, e avisou que o clube já está procurando um novo treinador. Antônio Carlos Zago, justamente o responsável pela goleada de quarta, no comando do São Caetano, e Paulo Autuori são os candidatos para assumir a vaga.

 

Veja também:

linkCipullo elogia Muricy, e já busca novo técnico 

linkMuricy está fora do comando do Palmeiras

PAULISTÃO - lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

BATE-PRONTO - forum Jogadores quiseram derrubar Muricy?

"O Muricy deixa o clube porque não alcançou os resultados esperados. O time não vinha jogando bem e achamos que ainda era tempo de mudança. Nunca tive qualquer desavença com o Muricy e também quero deixar claro que a decisão foi meramente administrativa, sem nenhum envolvimento político", declarou o dirigente.

Cipullo defendeu o ex-gerente Toninho Cecílio, que também deixou o cargo nesta quinta. "Acredito que ele foi injustiçado com as críticas, pois desempenhou um excelente trabalho e ajudou a reorganizar o departamento de futebol. Ele realizou excelentes contratações enquanto esteve aqui e é um profissional sério e de extrema capacidade", declarou.

Ele ainda comentou que deverá haver mais mudanças na diretoria. "Vamos contratar um outro profissional para o lugar do Toninho. Sobre outras mudanças na diretoria de futebol, é algo que ainda estamos conversando, mas não temos nada definido".

Sobre o novo treinador, Cipullo disse que o clube ainda está estudando candidatos para o cargo. "Estamos avaliando as opções, mas a verdade é que a maioria dos bons treinadores está empregada. Já temos alguns nomes em vista e vamos estudar qual o melhor deles".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.