Hedeson Alves/EFE
Hedeson Alves/EFE

Cirino aposta na força do Athletico-PR em casa para a final contra o Inter

'Todos sabem da nossa força jogando em casa, com a atmosfera que a Arena tem', diz atacante antes do jogo de ida da final da Copa do Brasil

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2019 | 17h00

O Athletico-PR voltará a disputar uma final de Copa do Brasil após seis anos. Nesta quarta-feira, a equipe recebe o Internacional na Arena da Baixada, pela ida da decisão. Antes do primeiro duelo entre os times, o atacante Marcelo Cirino valorizou a força da equipe rubro-negra em sua casa. Ele é remanescente da última final disputada pelo Athletico-PR, em 2013, quando o clube teve de mandar a partida diante do Flamengo na Vila Capanema, empatou por 1 a 1 e depois perdeu por 2 a 0 no Maracanã.

“Naquela época, a gente não tinha a nossa casa, que faz toda a diferença, e o gol que sofremos aqui nos prejudicou um pouco no segundo jogo, porque tivemos que buscar o resultado e sofremos os gols em contra-ataques”, recordou Marcelo Cirino. 

“A lição que eu carrego daquela final é fazer um grande jogo dentro de casa e conseguir um bom resultado. Temos que tentar fazer um placar que nos ajude para o segundo jogo. Todos sabem da nossa força jogando em casa, com a atmosfera que a Arena tem. Então, vamos concentrar e focar para fazer um grande jogo”, acrescentou o atacante.

Marcelo Cirino também elogiou o Internacional, rival na decisão da Copa do Brasil deste ano. A equipe gaúcha passou pelo Cruzeiro na semifinal. “É um grande clube, com jogadores de muita qualidade, que eliminou uma forte equipe. Temos que buscar o gol, mas com cuidado”, disse o atacante.

O Athletico-PR finalizou nesta terça-feira a preparação para o primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Uma provável equipe tem: Santos; Khellven (Madson), Lucas Halter (Robson Bambu), Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão, Rony e Marco Ruben.

Athletico-PR e Internacional se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada. O duelo decisivo acontecerá na quarta-feira da semana que vem, também às 21h30, no Beira-Rio. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.