Ciro Ferrara nega isolamento e espera recuperar Juventus

Eliminada na primeira fase Copa dos Campeões e apenas na sexta colocação do Campeonato Italiano, a Juventus faz uma de suas piores temporadas dos últimos anos. E com os maus resultados, Ciro Ferrara passou a ser fortemente questionado. Mas nesta quarta-feira, o treinador negou que esteja isolado no clube e prometeu tentar buscar a reação.

AE, Agencia Estado

27 de janeiro de 2010 | 19h14

"Não estou isolado. Se sentisse que o time, o clube e a atmosfera estivessem contra mim, deixaria o cargo. Mas não é isso que vejo. Eu ainda tenho o objetivo de tentar mudar nossa rota e melhorar nossa situação", afirmou o treinador.

Sobre a pressão que vem sofrendo, Ferrara disse que ela é normal após os últimos resultados da Juventus. E prometeu não se abalar com as críticas. "Estou ciente de minha situação, mas não tenho do que me esconder. Não tenho nada para me envergonhar e devo aceitar as críticas que recebo. Sempre danço conforme a música, nos bons e nos maus momentos", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJuventusCiro Ferrara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.