Ayrton Vignola/AE
Ayrton Vignola/AE

Cirurgia de Adriano é bem sucedida no Corinthians, nesta terça-feira

Imperador foi operado após sofrer uma ruptura total do tendão de Aquiles da perna esquerda

AE, Agência Estado

20 de abril de 2011 | 10h44

O atacante Adriano passou por cirurgia nesta quarta-feira, por conta da lesão no tendão de Aquiles da perna esquerda sofrida na última terça-feira. De acordo com o site oficial do Corinthians, o procedimento foi realizado com sucesso. O clube, porém, não revelou detalhes da cirurgia.

O jogador sofreu uma ruptura total do tendão quando realizava trabalho de fisioterapia no Centro de Treinamento do Parque Ecológico. A previsão inicial do departamento médico corintiano é de que a contusão deverá tirá-lo dos gramados por mais cinco meses.

Adriano já não atua desde o dia 19 de janeiro, quando ainda estava na Roma e sofreu uma contusão no ombro. Cerca de dois meses depois, ele rompeu seu contrato com o clube italiano e em 28 de março foi anunciado como novo reforço do setor ofensivo do Corinthians.

Até pelo tempo que já havia ficado afastado, o atacante estava fora de forma e lutava para perder peso com a intenção de estrear em maio. De acordo com a comissão técnica do clube paulista, ele havia emagrecido dois quilos durante sua primeira semana de atividades na sua nova equipe.

Com a contusão e a cirurgia, a estreia de Adriano pelo Corinthians será adiada. Ele deveria atuar na primeira partida da equipe do Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio, no dia 22 de maio. Com o tempo que ficará afastado, no entanto, o atleta deve jogar apenas no segundo turno da competição.

Veja também:

linkMédico crê em recuperação de Adriano antes do previsto

blog ANTERO GRECO - Adriano precisa se benzer

som ESTADÃO ESPN - Zé Boquinha: "Temo pela volta de Adriano aos gramados

som ESTADÃO ESPN - "É uma etapa de azar, de fatalidades", diz médico do Corinthians

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansAdrianolesão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.