Cirurgias afastam Giuliano e Pedro Geromel no Grêmio

Cirurgias afastam Giuliano e Pedro Geromel no Grêmio

Médico do Grêmio revela nesta terça-feira que Giuliano passou por uma cirurgia no dia anterior, por causa das dores no púbis

Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2014 | 19h40

O zagueiro Pedro Geromel e o meia Giuliano vão desfalcar o Grêmio na última rodada do Brasileirão, domingo, contra o Flamengo, em Porto Alegre, e também não estarão disponíveis no começo da próxima temporada. Ambos precisaram passar por cirurgia, o que irá afastá-los por um bom tempo do time do técnico Luiz Felipe Scolari.

O médico do Grêmio, Márcio Bolzoni, revelou nesta terça-feira que Giuliano passou por uma cirurgia no dia anterior, por causa das insistentes dores no púbis. Sobre Pedro Geromel, ele informou que a operação acontecerá nesta quarta, para corrigir um problema no ombro direito. No caso do meia, o prazo de recuperação é de 60 dias, enquanto o zagueiro ficará afastado por até 90 dias.

Segundo o médico, os dois jogadores já sabiam há algum tempo que precisariam ser operados, mas adiaram o procedimento para poder defender o Grêmio na reta final do Brasileirão. Giuliano, por exemplo, convive com as dores no púbis desde setembro. Primeiro, tentou um tratamento convencional, período em que pôde continuar jogando. Mas, como não ficou livre do problema, a opção foi passar pela cirurgia - a decisão, de acordo com Márcio Bolzoni, foi tomada há 10 dias.

No caso de Pedro Geromel, um dos destaques da defesa menos vazada do Brasileirão - o Grêmio levou apenas 23 gols em 37 rodadas -, o médico contou que ele "aguardou toda a temporada para fazer a cirurgia". Márcio Bolzoni explicou que o zagueiro "tem uma instabilidade de ombro" e, por isso, precisará ser operado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioGiulianoPedro Geromel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.