Citadini cobra a dívida do Flamengo

Enquanto o técnico Wanderley Luxemburgo informava à imprensa que vai apresentar uma lista de dispensa na segunda-feira, a preocupação do vice-presidente de futebol do Corinthians, Antônio Roque Citadini, era outra. Ele reuniu-se no fim da tarde desta sexta-feira com dirigentes do Flamengo para cobrar a dívida referente ao pagamento do passe do atacante Edílson. O jogador foi negociado por US$ 7,5 milhões, mas ainda faltam US$ 2,5 milhões para o clube carioca concluir o pagamento.O Flamengo tinha colocado o zagueiro Juan e o atacante Reinaldo como garantia do negócio. Citadini, no entanto, disse que a expectativa inicial não é ficar com os jogadores. "Queremos o dinheiro", avisou o dirigente corintiano.As negociações para a compra do passe do atacante Deivid ainda não foram concluídas, segundo Citadini.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.