Nigel Roddis/EFE
Nigel Roddis/EFE

City decepciona, fica no 0 a 0 com o Stoke e perde chance de virar vice-líder

Citizens ficam com 56 pontos no Inglês após empate em casa

Estadão Conteúdo

08 de março de 2017 | 19h46

Em jogo adiantado que abriu a 28ª rodada do Campeonato Inglês, nesta quarta-feira, o Manchester City decepcionou a sua torcida ao ficar no 0 a 0 com o Stoke City, em casa, e desperdiçar ótima oportunidade de assumir a vice-liderança da competição.

O resultado ruim fez o City estacionar na terceira posição, com 56 pontos, mesma pontuação do vice-líder Tottenham, que está em vantagem nos critérios de desempate.

Para completar, o resultado foi decepcionante também porque o City está dez pontos atrás do líder Chelsea, que teve o seu confronto desta 28ª rodada contra o Watford, em Londres, na segunda-feira, adiado porque no mesmo dia a equipe irá enfrentar o Manchester United em confronto válido pelas quartas de final da Copa da Inglaterra, também no estádio Stamford Bridge, na capital inglesa.

Assim, o City se vê cada vez mais longe da briga pelo título e ainda convive com a provável aproximação do Liverpool, quarto colocado, com 52 pontos, que encara o Burnley, em casa, no próximo domingo, por esta 28ª rodada do Inglês.

Após o empate decepcionante, o City agora volta a sua atenção para a Copa da Inglaterra, na qual irá enfrentar o Middlesbrough neste sábado, fora de casa, pelas quartas de final da Copa da Inglaterra. Depois disso, o time focará a Liga dos Campeões, no qual enfrenta o Monaco no próximo dia 15, na França, no confronto de volta das oitavas de final. Na ida, a equipe inglesa venceu por 5 a 3.

Já o Stoke City foi aos 36 pontos na nona posição do Campeonato Inglês e ganhou moral para encarar o líder Chelsea apenas no próximo dia 18, em casa, pela 29ª rodada da competição.

No jogo desta quarta, o Stoke conseguiu segurar a pressão do time comandado por Pep Guardiola, que estava pouco inspirado nas tramas ofensivas, para tristeza de seus torcedores no Etihad Stadium. Nem mesmo Agüero, que vinha substituindo o lesionado Gabriel Jesus com sucesso, foi infeliz nas poucas oportunidades que teve para marcar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.