City faz 4 a 2 no Chelsea em jogo marcado por polêmica

Tevez e Bellamy dão show, mas atenção fica por conta do reencontro de John Terry e Wayne Bridge

AE, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2010 | 12h50

O confronto entre Manchester City e Chelsea, neste sábado, pela 28.ª rodada do Campeonato Inglês, foi digno de uma partida memorável. Jogando no Stamford Bridge, em Londres, o City fez 4 a 2 nos anfitriões com dois gols de Carlos Tévez e Bellamy. Mas a história do jogo começou bem antes de a bola rolar, com a polêmica extraconjugal entre o lateral-esquerdo Wayne Bridge, do City, e o zagueiro John Terry, do Chelsea.

Nas últimas semanas, os boatos de que Terry teria tido um caso com a então namorada de Bridge, a modelo francesa Vanessa Perroncel, inundaram o noticiário sensacionalista inglês. Como consequência, primeiro Fabio Capello, técnico da seleção da Inglaterra, anunciou que Terry tinha perdido a condição de capitão do time. Depois, o próprio Bridge renunciou em disputar a Copa do Mundo pelo seu país para não ter que conviver com o zagueiro.

No duelo deste sábado, o momento mais aguardado foi ainda antes do apito inicial, quando as duas equipes se cumprimentam no gramado. Terry já tinha avisado que estenderia a mão a Bridge, e o zagueiro cumpriu a promessa. O lateral, porém, encarou o defensor, ignorou a sua mão estendida e seguiu em frente, sem cumprimentar o capitão do Chelsea. Também por isso, foi vaiado quase durante toda a partida pela torcida do time londrino.

Mesmo assim, foi Bridge quem riu por último no Stamford Bridge. Em um jogo pegado, o Chelsea abriu o placar com Lampard, aos 42 minutos. Mas Tévez, que voltava ao time depois de ir à Argentina para resolver problemas particulares, deixou tudo igual ainda no primeiro tempo, aproveitando um chutão da defesa para se livrar da zaga do Chelsea e tocar na saída do goleiro Hilário.

VEJA TAMBÉM:
\"lista\" INGLÊS - Leia mais da competição
\"tabela\" INGLÊS - Tabela / Classificação

Na etapa complementar, o City voltou determinado e chegou a esboçar uma goleada. Com seis minutos, Bellamy arrancou e decretou a virada. Aos 31, Tévez ampliou em cobrança de pênalti cometido pelo brasileiro Belletti, que acabou expulso. Aos 42, Bellamy fez 4 a 1, e o Chelsea só escapou de ser goleado em casa porque o árbitro marcou outra penalidade já nos acréscimos, convertida por Lampard.

Com a vitória, o City foi a 49 pontos e ocupa provisoriamente a quarta colocação do Inglês, ainda com um jogo a menos. Já o Chelsea vê a liderança cada vez mais ameaçada. Com 61 pontos, o time de Londres tem apenas um de vantagem para o vice-líder Manchester United, que também já atuou pela 28.ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.