Neil Hall/EFE
Neil Hall/EFE

City goleia, é campeão da Copa da Inglaterra e conquista inédita tríplice coroa no país

Time de Guardiola também venceu o Campeonato Inglês e a Copa da Liga Inglesa

Redação, O Estado de S. Paulo

18 de maio de 2019 | 15h38

O Manchester City fez história neste sábado. O time comandado pelo técnico espanhol Pep Guardiola goleou o Watford por 6 a 0, no estádio de Wembley, em Londres, e faturou o título da Copa da Inglaterra, obtendo um feito inédito no país. É a primeira vez que um clube ganha as três principais competições inglesas em uma mesma temporada. A "tríplice coroa" se completa com as conquistas do Campeonato Inglês e da Copa da Liga Inglesa. O atacante Raheem Sterling foi o destaque com três gols - Gabriel Jesus, David Silva e Kevin De Bruyne completaram o placar.

Em 11 finais na Copa da Inglaterra, o título deste sábado é o sexto do Manchester City na história da competição - os outros foram em 1904, 1934, 1956, 1969 e 2011. O maior vencedor é o Arsenal, com 13 conquistas, seguido de perto pelo Manchester United, com 12. O Watford chegou à decisão pela primeira vez desde a sua fundação.

Com a goleada em Wembley, o Manchester City alcançou 26 gols marcados em seis jogos disputados nesta edição da Copa da Inglaterra. Só o Rotherham United, primeiro rival na competição, levou mais gols que o Watford. Naquela partida o placar foi 7 a 0.

Convocado na última sexta-feira para defender a seleção brasileira na Copa América, Gabriel Jesus marcou um - o quarto da partida - e fez outro, que foi dado pela arbitragem a Sterling. Iniciando a final como titular, deixando o argentino Aguero no banco de reservas, o atacante ainda deu uma assistência para De Bruyne marcar um golaço deixando o goleiro Gomes, ex-Cruzeiro, no chão.

Bicampeão inglês e campeão da Copa da Liga Inglesa batendo o Chelsea nos pênaltis, o Manchester City só não teve na Europa. A sonhada conquista da Liga dos Campeões foi interrompida nas quartas de final pelo Tottenham, que no dia 1.º de junho fará a final totalmente inglesa contra o Liverpool, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, na Espanha.

Em campo, o Watford tentou fazer frente nos primeiros minutos - o goleiro Ederson fez uma defesa difícil em chute de Pereyra -, mas logo o Manchester City mostrou a sua força. Aos 25 minutos, aproveitando o vacilo da zaga na saída de bola, David Silva recebeu na área e chutou cruzado para abrir o placar. Ainda antes do intervalo, Gabriel Jesus marcou em uma falha de Gomes, mas Sterling tocou na bola pouco depois dela entrar e o árbitro resolveu dar o gol para o inglês.

Sem se acomodar, o Manchester City seguiu massacrando o Watford no segundo tempo. Aos 15 minutos, em contra-ataque fulminante, Gabriel Jesus ganhou de cabeça, saiu em velocidade para receber e tocou para De Bruyne, que dominou já tirando de Gomes, deixando o brasileiro no chão. Aos 22, a retribuição: o brasileiro recebeu grande lançamento do belga e precisou apenas tirar do goleiro rival para marcar seu gol no jogo.

Mais tarde, aos 35 minutos, foi a vez de Sterling ir às redes completando cruzamento de Bernardo Silva. Pouco depois, aos 41, o mesmo atacante sacramentou o terceiro título do Manchester City na temporada aproveitando o rebote do próprio chute.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.