Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

City sofre, mas vira sobre Huddersfield e alcança 11ª vitória seguida no Inglês

Equipe de Guardiola continua tranquila na liderança após vitória por 2 a 1, fora de casa

Estadão Conteúdo

26 Novembro 2017 | 16h38

O Manchester City sofreu muito para superar o Huddersfield por 2 a 1, de virada, neste sábado, na casa do adversário, pela 13ª rodada do Campeonato Inglês. Apesar do volume de jogo sufocante, o time comandado por Pep Guardiola saiu atrás no placar e virou o jogo somente nos minutos finais.

+ Arsenal vence com gol de pênalti nos acréscimos e assume o quarto lugar no Inglês

Com o resultado, o City contabilizou a 11.ª vitória seguida na competição e chegou aos 37 pontos, mantendo oito de vantagem para o Manchester United, que também venceu na rodada - 1 a 0 sobre o Brighton, em Old Trafford, no último sábado. O Huddersfield terminou a rodada em 11.º lugar, com 15 pontos.

Com o atacante brasileiro Gabriel Jesus iniciando a partida novamente no banco de reservas, o líder massacrou o Huddersfield na primeira etapa. A posse de bola do City chegou perto dos 80%.

Sergio Agüero teve as melhores chances para marcar e chegou a colocar a bola nas redes, aos 12 minutos, mas a arbitragem invalidou o lance, assinalando impedimento do argentino.

O zagueiro Otamendi também se arriscou no ataque e desferiu um chute perigoso, aos 36 minutos. Já o atacante Sterling perdeu uma grande oportunidade de abrir o placar um minuto mais tarde, depois de novo chute do argentino Otamendi. Porém, ele errou o gol com o goleiro adversário já batido.

Depois de amplo domínio do jogo, muita pressão e várias oportunidades desperdiçadas, o City levou o castigo. Aos 46 minutos, depois de um toque de cabeça de Schindler, a bola bateu em Otamendi e enganou o goleiro brasileiro Ederson. Logo após o gol, o árbitro encerrou a primeira etapa.

Mas, a alegria dos torcedores locais durou pouco. O atacante Sterling recebeu passe de David Silva foi derrubado dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, Agüero igualou o marcador.

Pouco depois, aos 6 minutos, Agüero recebeu na área e deu um biquinho sutil na bola, mas o goleiro dinamarquês Lössl fez grande defesa e salvou o time local de sofrer a virada. A pressão do City continuou e Leroy Sané disparou um chute fortíssimo para acertar a trave do goleiro Lössl.

O City continuou com a posse de bola, mas tinha muitas dificuldades para furar o bloqueio montado pelo Huddersfield. O gol da vitória saiu somente aos 38 minutos e teve a participação de Gabriel Jesus.

Sterling e Kevin De Bruyne tabelaram na área, a bola sobrou para o atacante brasileiro, que se esticou para tocar. O goleiro Lössl defendeu, mas deu azar, pois a bola bateu em Sterling, que corria para acompanhar a jogada, e entrou.

O Huddersfield ainda criaria mais uma oportunidade para igualar o marcador, aos 43 minutos, em uma cobrança de falta do australiano Mooy, mas a bola correu a rede pelo lado de fora e selou a sorte da brava equipe local.

Na próxima quinta-feira, o Manchester City receberá o Southampton, enquanto o Huddersfield irá a Londres para enfrentar o Arsenal. Os jogos serão válidos pela 14.ª rodada do Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.