Clássico da Vila terá segurança de final

Não é só o Santos que considera o clássico desta quinta-feira com o Corinthians como uma verdadeira decisão. Por conta da rivalidade que há entre as torcidas, e porque a Vila Belmiro estará com lotação completa - 20 mil ingressos foram distribuídos gratuitamente -, a Polícia Militar armou esquema de final de campeonato, com 350 agentes envolvidos na segurança do jogo.Os 20 mil ingressos gratuitos, por causa da anulação da partida anterior, acabaram rapidamente na segunda-feira. Em 20 minutos, não havia mais nenhum na bilheteria reservada aos corintianos e a cota dos santistas acabou em três horas. Por causa disso, cambistas ofereciam discretamente bilhetes, nesta quarta-feira, nas imediações do estádio por até R$ 50,00. A policia já avisou que só chegarão próximo ao estádio os torcedores que estiverem com os ingressos na mão. Isso vale também para os que saem de São Paulo, que passarão por bloqueios no sistema Anchieta-Imigrantes, e também para os que estão em Santos, pois também enfrentarão oito pontos de controle nas imediações da Vila Belmiro.A maior preocupação se refere à entrada dos torcedores corintianos que retiraram ingressos nas bilheterias dos santistas. Não há como entrar pelo portão 20, pois a catraca só lerá os 2 mil bilhetes distribuídos para a torcida do Corinthians. O jeito será assistir à partida no meio da arquibancada destinada ao Santos.?Vamos pedir tolerância e respeito à paixão clubística de cada um?, disse o major Marcelo Prada. Ele lembra que isso já ocorreu em outros clássicos na Vila e não houve problemas.

Agencia Estado,

12 de outubro de 2005 | 19h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.